Bagunça de lembranças!

large (19)

Jogada no chão da sala ela se via perdida em meio a tantas lembranças q foram guardadas por tanto tempo, em caixas que agora se encontravam espalhadas pelos cantos do cômodo. Esse agora que se parecia tão pequeno para tanta saudade que pairava no ar. As fotos já velhas e um pouco apagadas carregavam um enorme peso com a nostalgia inevitável que sentia. Aquele diário, qual nem lembrava mais da existência, com as folhas amareladas e palavras desenhadas que já não faziam tanto sentido. Seus olhos marejaram enquanto seus dedos iam tocando cada pequeno detalhe de tudo que ali existia. Um aperto no peito foi sentido ao ver, com os olhos embaçados que formavam uma gangue com as fugitivas que iam escorrendo pelo seu rosto, cada objeto. Tão pequenos, mas tão significativos. Seus olhos foram espremidos ao inalar o cheiro tão conhecido que ali ainda se encontrava. Apertando com força, soltou-o logo na caixa, se odiando por colocar tanto valor e significado em coisas tão tolas. Ela seria sempre assim: exagerada, sensitiva, apegada. Enchendo os pulmões e soltando longos suspiros, tudo já estava em seu devido lugar. Ou quase. Por dentro, ainda encontrava-se uma bela bagunça, mas que não seria capaz de ser organizada naquela tarde. Talvez nunca pudesse.

Apoiada sobre sua janela ela sentia o vento que ia soprando e secando seu rosto e, com os olhos ainda inchados, ela não poderia estar mais feliz por ter encontrado exatamente aquele lugar para morar. A vista do pôr-do-sol era maravilhosa dali e ela se sentia ainda mais próxima dessas coisas tão simples, mas que enchia sua alma de paz e sossego. Então ela entendeu. Por mais que estivesse longe, o “cara lá de cima” sempre a manteria perto de tudo que necessitava para que ficasse bem. Ao ver o céu laranja, que ela tanto amava, um sorriso fraco se estendeu sobre seu rosto, mas foi o suficiente para q seu peito inchasse de um calor inexplicável, a enchendo de luz. Fechou seus olhos e agradeceu. Sorte, benção, destino?

Ela tinha sorte por ser tão abençoada com um destino cheio de contradições – assim como ela.

Nayara Rosolen

Anúncios

17 comentários em “Bagunça de lembranças!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s