Conheça alguns alimentos que podem ser usados com fins medicinais

Um pouco mais tarde que o normal, mas o nosso post semanal esta no ar. Essa semana com um assunto muito importante: controle de doenças através da alimentação. .

Muitas das doenças que nos afligem podem ser controladas, e dependendo da doença, até curada com apenas a mudança alimentar.

Hoje vamos mostrar quais são os alimentos que tem fins medicinais e para quais doenças eles são indicados.

SEMENTE DE COLORAU OU URUCUM

beneficios-medicinais-da-semente-de-urucum-1

A ingestão da semente ajuda na baixa do diabetes, pois absorve a insulina extra do nosso organismo. Além da ajuda com o diabetes, o chá da semente é bom para a perca de peso. A quantidade de sementes que deve ser ingerida, muda de acordo com cada organismo, porém, a ingestão exagerada não dará maiores resultados, apenas maiores gastos financeiros.

BRÓCOLIS

brocolis-beneficios-e-receita

O legume é rico de vitamina B e um excelente antioxidante e magnésio, é indicado para quem sobre de fortes enxaquecas e ótima fonte de prevenção a doenças como o AVC.

GENGIBRE

19926fe2e8bf7e28

Atua como analgésico e anti-inflamatório natural. Excelente para dores musculares, dor de garganta e problemas com a voz. Quando consumido em forma de chá, ou até no meio de outras bebidas quentes, é ótimo para doenças respiratórias, além de ajudar na diminuição dos gases intestinais.

BANHA DE PORCO

banha

Ao contrário do que pensa a maioria, a banha de porco é muito melhor que os óleos vegetais. Por ser uma gordura natural, ela ajuda no controle do colesterol, subindo o bom (HDL) e diminuindo o mau (LDL).

MELÃO

melo-620x330

Rico em potássio, o melão combate e ajuda na prevenção das dores musculares, assim como a banana, porém, a sua fonte de potássio é maior, aliviando ainda mais rápido essas dores tão chatas.

ALHO E CEBOLA

alho-e-cebola-1343327759297_956x5001

Os queridinhos dos brasileiros quando se fala em temperos, são ricos em antioxidantes e antibacterianas, por isso previnem serias doenças, como as cardíacas e até mesmo o câncer. Há pessoas que bebem chá desses alimentos em jejum todos os dias, como forma de maior prevenção á essas doenças.

Essas são apenas alguns dos grandes exemplos de alimentos que consumidos com frequência ajudam na nossa saúde. Deixando bem claro que apenas suas ingestões não adiantam para cura de determinadas doenças, e que sempre deve ser consultado um médico para melhores resultados.

 

 

Anúncios

Olhe para trás!

klko
Imagem: WeHeartIt

Arraste alguns móveis, abra algumas caixas, tire a poeira, recorde alguns momentos, deixe que o filme passe pela sua mente. Pode ser que surjam alguns sorrisos e até mesmo algumas lágrimas. Não tem problema. Não se sinta bobo, nem tenha vergonha. Isso mostra que existe alguém aí dentro. E, melhor, mostra que já existiu alguém aí dentro no passado. Alguém que se parece muito com você: os mesmos olhos, as mesmas covinhas ao sorrir, a mesma fisionomia.

Algumas pessoas que você não fala, e até mesmo não se recorde há anos, podem surgir. Os momentos com elas vão se reacender. São pessoas que marcaram presença de corpo e alma e não estavam ali apenas para a cumular, que vieram para somar, para ensinar e aprender, trocar experiências e que também tiveram a hora de dizer tchau. Talvez não hora marcada, com despedida ensaiada, mas, sem perceberem, de repente aquela conversa diária se perdeu, junto com o número que você não sabe mais onde colocou. Até abrir aquela agenda toda empoeirada.

Então nomes, números e sonhos reaparecem. Assim, do nada, sem avisar. E é como se você estivesse em casa de novo.

O mesmo brilho no olhar que tinha ao sonhar, é o mesmo brilho no olhar ao perceber que realizou.

Os mesmos nomes que, com você, fizeram e compartilharam histórias fazem com que perguntas comecem a surgir de todos os lados “Será que o número é mesmo?” “Será que seguiu o caminho que desejava?” “Será que continua com o mesmo jeito?”… Todos esses “serás” são respondidos com a simples atitude de um “Olá”. Olá esse que você não sabe porque demorou tanto tempo para acontecer. Talvez tenha permitido que a vida afastasse, talvez em algum momento anterior não fizesse sentido ou talvez algumas desculpas esfarrapadas, que você nem lembra, tenham sido dadas. Agora não importa mais. Uma mensagem é suficiente para você se sentir a vontade e perceber que certas coisas nunca mudam.

Ainda bem.

Como já dizia alguém que eu não sei ao certo quem é “os verdadeiros a gente sabe quem são”.

As pessoas e os sonhos.

Querido Batom!!!

Meninas, se tem um item que não pode faltar é o nosso queridíssimo BATOM. Toda estação aparecem cores maravilhosas, na Primavera/verão as cores costumam ser mais vibrantes.

Agora vamos ver algumas tendências de batom que prometem chegar com tudo.

  • O “Gloss” voltou com tudo!
    Ele tinha sido deixado de lado por um tempo e agora voltou com tudo, aquele efeito molhado promete fazer a cabeça da mulherada nessa estação de calor, voltaram em novas versões é claro. No lugar de aplica-lo diretamente sobre os lábios, ele vai ser usado como a textura glossy que nada mais nada menos é para finalizar o batom.
  • Batom Rosa.
    Ele volta em novas versões, deixando de lado os tons clássicos de Rosa suaves e aparecendo em tons mais fortes.
  • Batom Vermelho.
    Para aquelas que não abrem mão desse clássico a dica é abrir mão dos tons mais abertos e dar espaço para tons estilo retrô, aqueles tons mais fechados sem brilho.
  • Batom Laranja.
    Nessa temporada o laranja perde aquele efeito vibrante dos outros anos e aparece em versões levemente mais forte chegando até mesmo próximo ao vermelho.
  • Batom Ameixa.
    O tom, que passeia entre o vinho e o roxo. Ele aparece trazendo uma sensualidade compondo a make e aparecendo como uma opção para quem  quer variar do clássico vermelho.
  • Tons Terrosos.
    Eles vão aparecer do nude ao marrom escuro, ótimo para compor a maquiagem trazendo um toque mais de elegância.
  • Batom Preto.

Sim batom preto no verão meninas, por ser um tom escuro sempre aparece no inverno, só que nesse verão ele chega com tudo para compor um look fresquinho com um tom marcante no lábio

  • Batom Branco.
    Ele já vem aparecendo a algum tempo, porém ele é um tom para quem não tem medo de ousa

    💡 Uma dica é usar o batom branco com outras cores no estilo “ombré lips”, que é fazer um degrade de cores.

Espero que gostem.

Beijos e até semana que vem!!!

Receita: Petit Gateau!

Fim de semana chegando e a gente já começa a pensar: o que vamos fazer? Sair ou ficar em casa? Balada, cinema ou barzinho? E o mais importante e delicioso: o que e onde comer?

Para aquelas pessoas que, assim como eu, amam ficar em casa agarradinhos com o crush ou que vão pra casa de um amigo fazer ‘’gordices’’com a galera, eu tenho uma ótima dica de sobremesa: PETIT GATEAU DE CHOCOLATE.

21_44_04_487_petit_gateau
Que delícia de sobremesa para o fim de semana!

Sim, essa semana compartilharemos nossa primeira receita aqui no blog. Mas como também temos cultura, antes de dividir com vocês essa delícia, vamos falar um pouco sobre essa maravilhosa sobremesa.

A origem do Petit Gateau é um verdadeiro mistério. Porém há 2 versões que são contadas com mais frequência e dizem ser as mais próximas da realidade. Uma delas diz que foi um acidente ocorrido após um chef americano ter errado a temperatura do forno, fazendo com que os bolinhos ficassem crus no meio e, mesmo após o erro, os clientes teriam amado a receita.

Outra versão da origem da sobremesa é a de que um chef francês teria errado a quantidade de farinha da massa, deixando os tradicionais bolinhos com a massa mais úmida. A única certeza que se tem sobre sua origem, é que foi um erro, sendo o mais certeiro que alguém poderia ter cometido. Desde de sua descoberta até os dias de hoje, o Petit Gateau é considerado um prato típico francês e tem apaixonado as pessoas que provam essa delicia.

No Brasil, a receita foi trazida pela primeira vez por uma chef mineira Bernadette Mascarenhas. Porém, só a partir de 1996, quando o renomado chef (agora também jurado do reality show de gastronomia, Masterchef Brasil) Erick Jacquin modificou a receita, foi que essa sobremesa se popularizou, e hoje é quase que unanime nos cardápios dos grandes restaurantes. E é a receita desse grande, fofinho e amado chef que vou dividir com vocês, claro que com algumas dicas bem preciosas.

INGREDIENTES:

  • 250 g de manteiga sem sal (já usei com sal e fica ótimo também)
  • 300 g de chocolate meio amargo (a questão de ser meio amargo é para não ficar tão enjoativo, mas pode usar o chocolate ao leite se for da sua preferência)
  • 5 ovos inteiros
  • 5 gemas
  • 170 g de açúcar
  • 100 g de farinha de trigo peneirada

MODO DE PREPARO:

Derreta o chocolate e a manteiga, pode ser no micro-ondas ou em banho-maria, o que for melhor para você. Cuidado com a temperatura: vá sempre mexendo durante o preparo o chocolate quente do fundo derrete o do meio e o processo acaba sendo mais rápido e faz com que o chocolate não esquente tanto.

Em uma vasilha junte os ovos, as gemas e o açúcar. Misture bem para formar um creme e para que o açúcar derreta. Junte a mistura do chocolate com a manteiga a essa mistura.

Unte as forminhas com manteiga e polvilhe farinha, se quiser pode também peneirar chocolate em pó, essa receita rende cerca de 12 forminhas. Asse em forno alto, cerca de 240 graus por aproximadamente 7 minutos, vai depender do seu forno. Sirva ainda quente.

DICAS:

  1. Congele os Petit Gateau antes de assar. É quase impossível errar o ponto se colocá-los para assar congelados
  2. Sempre vá olhando o cozimento, mas ele dá um sinal que está pronto quando sobe um pouco nas forminhas
  3. Adicione uma bola de sorvete de creme, ou um de sua preferencia
  4. CUIDADO: preste atenção se o chocolate não está muito quente antes de adicioná-lo à mistura de ovos. Caso esteja, espere esfriar um pouco, pois os ovos podem acabar cozinhando.  Para finalizar peneire a farinha ao poucos.

Espero que tenham gostado da receita e que testem em casa, garanto que não vão se arrepender. Ver os bolinhos escorrendo não tem preço, é uma sensação única, experimente ;*

 

#PqNão Dizer não?

large-6
Imagem: WeHeartIt

Não. Hoje não. Não, obrigada. Não estou afim. Não quero ir. Não posso fazer. Não, eu não estou disponível. Porque não.

Sabe aquela história de que “não” não é resposta? Pois eu lhes digo: “Não” é resposta, sim! Nós não precisamos estar sempre nos explicando, argumentando, nos desculpando, dando satisfação de todas as nossas vontades. É simples. Se eu quero é porque eu quero, é da minha vontade, eu quis e não tenho que ficar respondendo a qualquer questionamento ridículo que espera um motivo muito maior pra tudo. O mesmo vale se o sentimento for contrário. Lembra quando sua mãe dizia que “não é não”? Pois é… Um não é só um não, mas ele já deixa claro que simplesmente não é do nosso desejo. Ponto.

Até aí, tudo bem, na teoria é fácil entender. Difícil é colocar em prática algo que poderá te tornar grosso, mal educado ou mesmo “sem coração” do ponto de vista de alguns. E isso importa? Não. Por quê? Porque não. Nós não precisamos e não devemos concordar só porque é alguém muito próximo ou porque não queremos magoar. Algumas pessoas que me desculpem, ou não, mas ninguém obrigado a seguir algo só porque elas acham ser a verdade absoluta, aceitar todos os desaforos ou fazer tudo que acham que devem.

Somos mal acostumados, um “não” parece ser sempre uma pedra no caminho, gostamos de ter tudo do nosso jeito. Mas não faça obrigado o que não é de sua vontade e não espere que as pessoas façam ou concordem com o seu modo de pensar também.

Uma coisa precisa vir ante de qualquer outra: o respeito. Com nós mesmos e com os outros.

Nayara Rosolen

fac3a7adiferente

Um café… Amargo e ressentido, por favor!

         large-1

          Chave. Cartão. Dinheiro. Celular. Bateria reserva. Batom. Agenda. Uma lixa de unha. Documentos. Os brincos que ficaram perdidos da noite passada. O número daquele garçom gato que não tirou os olhos dela. O vidrinho de perfume que sempre carregava. Caneta. Bagunça. Bolsa fechada. Ok. Estava esquecendo algo? Estava esquecendo. Ela sempre esquecia. Não, espera. Uma olhada pra revisão e o barulho da porta atrás dela. Apertou o botão do elevador. De novo. E de novo. E de novo. Os olhos reviravam, os pés inquietos no chão. Estava atrasada. Tudo bem, cem degraus fariam até bem pra quem já havia faltado a academia a semana toda. Um pé atrás do outro e ela avistou o carro amarelo com a placa em cima a qual não sabia identificar as letras embaçadas. Droga! Estava esquecendo algo. Entrou no banco de trás torcendo para que sua querida miopia cooperasse. Endereço passado, dada a partida. Prédios cinza passavam como borrões de um lado, o mar e os coqueiros dando cor ao céu fechado de outro. Só mais alguns minutos. Entre os chiados do rádio, as alertas de mensagens na bolsa. Quase lá. Pronto. Ficou com o troco. Uma ajeitada no vestido. Uma jogada de cabelo. Pessoas ainda mais desconhecidas. Exceto aquele sorriso. Nem algumas porcentagens a menos de visão era capaz de estragar aquele sorriso. Reconheceria de longe, e sem pensar, foi passando. Entre mesas e conversas, um perfume. Um estalo. Olhos e olfato atentos. Ela conhecia, mas não sabia identificar. Olhou de lado, alguém a encarava. Apertou os olhos buscando reconhecer de longe aquele rosto. Devia estar pirando. Balançou a cabeça e seguiu o sorriso que a convidava a sentar.
          Do outro lado do bar, ele tirava vantagem de quantas haviam caído em seu papo de cafajeste noite passada. O amigo, um pouco sem graça, apenas concordava. Uma jogada de cabelo, uma ajeitada na camisa, aquele sorriso. O som do celular. Um toque na tela e as letras que pareciam não parar de surgir. Eram muitas. Letras e nomes. Subiu o olhar com a curiosidade que apitava seu radar atrás de um andar feminino. Era bonita. Tinha cabelos longos. Conhecidos, talvez. Mas poderia ser qualquer uma entre tantas que já havia conquistado. Virou-se e pensou em desviar. Mas, com espanto, fixou naquele olhar. Aqueles olhos. Com certeza não eram quaisquer. Eram seus olhos. Dela, claro, mas que já haviam sido dele um dia. Coitado, mal sabia ele. Sem balbuciar, fez seu amigo olhar. O amigo riu da perplexidade da cena e ela seguiu o andar sem olhar pra trás. Nem mesmo um aceno, pensava ele. A mesa ficou quieta, ele sabia o que seu amigo iria dizer.
         – Ahhh… Se arrependimento matasse hein, meu caro? – Seu amigo com as sobrancelhas levantadas e aquele sorriso de quem dizia “eu avisei”, enquanto ele apenas olhava sem acreditar na ignorada que havia tomado.
         – É sério isso? Nem um sorriso? Essa menina vive de sorriso. O que ela tem?
         – Cara, você tem sorte dela ter te olhado.
         – Nem um “Oi, tudo bem, como você está, como vai sua mãe… E a sua irmãzinha que eu adorava?” – ele olhava buscando entender o que havia acontecido. – Quem é aquele otário? Ela nem deve conhecer ele. É só mais um passa tempo.
         O amigo, então, passou a mão na cabeça, se divertindo com a cena que, ele sabia, hora ou outra aconteceria. Aconteceu. Com calma e paciência as palavras começaram a sair em forma de bala, que acertavam diretamente todo seu ego.
         – Você já parou pra pensar que alguns meses atrás essa fala era dela? Quantas vezes ela passou a noite te mandando mensagem procurando por você que só a ignorava? Quantos sorrisos ela te deu a fim de te deixar menos mau humorado? Mal sabia ela que você não estava nem aí. Talvez soubesse, mas acreditava em uma mudança. Agora tem certeza: as pessoas não mudam. Quantas vezes ela buscou saber por você, perguntava para as pessoas enquanto você mal se importava em pensar nela. Se preocupava e cada vez que tentava chegar perto, você recuava. Te ouvia falando de outra por horas e mesmo que não estivesse falando, ela sabia que estava pensando, o tempo todo. E mesmo assim continuava do seu lado. Ela só queria tentar te entender. Mas você sempre fez o favor de mostrar o babaca que era. Que é. E não precisava ser nenhum observador detalhista pra ver o quanto ela estava machucada, o quanto você só caia no conceito dela e perdia, a cada vacilo, toda e qualquer admiração que ainda restava. Ela cansou, cara. Mas não foi ela. Foi você. Não foi ela quem sumiu da sua vida, foi você quem não se importou em a tirar dela. Ou a ter nela, já que ela nunca se sentiu dentro de verdade. Ela só queria sua atenção e em troca você só deu desprezo. Você sabia que ela achava que era você quem a fazia se tornar uma mulher? E, tudo bem, entre uma pancada e outra ela pode até ter aprendido a se defender, mas isso não tira os méritos que são só dela. Ela que sempre fez de tudo para ser alguém a quem você pudesse se orgulhar, ser alguém a quem você prestasse atenção. Que fazia de um tudo para ser o melhor que podia. E nessa ela se perdeu, se perdeu tentando te encontrar. Mal sabia ela que era uma rua sem saída. E agora, aquele cara ali, segurando a mão dela, aquele que a está fazendo sorrir e que você acha um otário. Foi esse “otário” quem estava do lado dela o tempo todo. Não que fosse quem ela quisesse. Mas agora é.
          Enquanto falava via seus olhos distantes fervilhando de raiva, até perceber o que estava acontecendo e fingir um riso se largando na cadeira de novo.
          – Qual é cara, tá parecendo uma menininha falando. Ela sempre soube que era só amizade colorida, nunca prometi nada, além disso.
         Seu amigo então balançou a cabeça rindo, sem acreditar em como parecia tão patético falando daquela forma.
          – Você não entendeu nada, não é? Pra ela pouco importava se era azul, vermelho, rosa ou amarelo. Não importava se a amizade de vocês era um arco-íris. Você era o melhor amigo dela, cara. E agora isso parece tão estúpido pra ela, porque ela era amiga por dois. Mas você era. Era. – dando ênfase para a frase no passado.
          Sem mais aguentar qualquer palavra que pudesse sair, ele levantou fazendo o máximo de barulho que podia. É óbvio. Sempre tinha que ser o centro das atenções. Da dela, principalmente. Jogou a nota que tinha dentro do seu bolso em cima da mesa.
          – Você pode ficar aí com as suas teorias de você-estragou-sua-vida, porque eu tô vazando. Falou. – disse, um pouco alto demais, e saiu pisando firme fazendo com que alguns olhares que assistiam a cena, o seguissem.
          Os cabelos loiros dos olhos verdes, que agora carregavam também um brilho e um sorriso, olharam assustados ao ouvir um ruído que vinha logo ali de perto. Uma pessoa de pé erguia o tom de voz. Mas não apenas uma voz. Aquela. A voz rouca e que a fazia tremer cada vez que chegava perto em algum passado não tão distante. O perfume, a encarada, a voz usada de um jeito estúpido. É claro. Não podia ser outro alguém. Seguiu aquele andar com os olhos que agora enxergavam e poderiam enxergar a quilômetros de distância aquela pequena pedrinha, agora embaçada, que balançava pra fora de seu bolso e com alguns graus a mais se tornaria uma pequena estrela. Um presente em alguma data especial a qual não conseguia se lembrar, fazendo que um turbilhão de lembranças passassem em sua cabeça de forma aleatória e involuntária. Por um milésimo de segundo seu peito apertou e um nó foi amarrado em sua garganta fazendo queimar a saudade que ali existia. Seus olhos brilhavam mais, a fim de limpar a dor que se instalava por dentro. Ela engoliu. Não era mais uma garotinha. Não podia mais ser. Olhou para frente e entendeu que assim deveria ser. Em frente. As mãos fortes daqueles cabelos pretos e aquele olhar tão intenso ainda estavam ali. Como sempre. A paz. A tranquilidade. O sorriso. Agora, e somente, dela. Por ela.

Nayara Rosolen

 

 

 

TAG: six on six

Genteee!! Bom dia 🙂

Hoje vim responder uma TAG que a Naty, do blog Japaneza, me indicou há algum tempo atrás e com tanta coisa acabei deixando passar (assim como várias outras que ainda serão respondidas <3). Fiquei muito feliz com a indicação, pois ando amando fazer listinhas e essa será só mais um motivo para me incentivar a concluir algumas coisinhas até o final do ano…

Muito obrigada, Natyyy!! ❤ E para quem ainda não conhece o blog dela, corre lá, porque tem muuuita coisa legal e o visu dele está todo novo e fofo, como ela!

Regras:

  • Liste e descreva as 6 tarefas que deseja concluir até dezembro
  • Indique seis blogs para a Tag
  • Avise-os que foi marcado na Tag mandando o link do post

Então, vamos lá…

I – Voltar a fazer exercícios diariamente. 

7da6cd1a3b6a848dbef4726fa33944cb

Sei que em um post ou outro tenho frisado bastante a importância e se mexer em algum momento do dia com algo que goste de fazer, mas eu mesma não tenho conseguido introduzir isso no meu dia a dia e é uma coisa que está me incomodando bastante 😦 Ainda estou me adaptando com a nova rotina, mas preciso tomar vergonha na cara logo!

II – Passar nesse primeiro quadrimestre da faculdade sem pegar exame!

large

Já comentei aqui que voltei para a faculdade e estou fazendo Jornalismo (yey!), tenho gostado bastante do curso, mas sinto que preciso me dedicar mais à algumas matérias…

III – Ler e escrever mais 

large-1

Sou apaixonada por escrever e vocês sabem que toda semana tem pelo menos um texto aqui no blog… Porém, confesso que tenho percebido os assuntos um pouco “engessados” sem sair muito de uma mesma direção. Isso é simplesmente reflexo de pouca leitura 😦

IV – Apresentar a minha primeira peça de Teatro!

large-3

Isso já um fato, vai rolar. Mas eu espero dar conta tanto quanto eu estou ansiosa para fazer. Vão ser seis apresentações (sim, seis! Já estou com o coração na boca) e vai ser nos meses de novembro/dezembro, então quem for de Curitiba e região ou estiver por aqui, sinta-se convidado! Caso role interesse, é só me chamar em qualquer rede social ou mesmo aqui no comentários que dou mais detalhes! 😉

V – Escrever uma história completa e começar a postar aqui no blog 

large-2

Escrever uma história inteira, não apenas textos picados, sempre foi um desafio para mim, mas também sempre foi um desejo. Eu tenho algumas ideias em mente e gostaria de colocar isso em prática ainda esse ano, postando uma parte por semana dessa história aqui no blog. O que vocês acham? 🙂

VI – Me dedicar e fazer o blog crescer cada vez mais

Quando fiz o blog há mais de um ano atrás eu nunca imaginei que seria convidada a participar de projetos tão legais como o 7S e o QG dos blogueiros e hoje são coisas que fazem parte da minha rotina, que eu amo fazer! Mas isso só aconteceu graças ao Sorrir para Encantar, que tem crescido mais a cada mês (Temos duas novas colaboradoras, já conheceram elas?) e quero que isso só se multiplique! Inclusive, estou com planos de um sorteio para quem curte a página no face… Vocês gostam? 🙂

Bom, essas são algumas das coisas que quero concluir e gostaria muito da opinião de vocês em algumas como citei!!! Estou muito feliz com toda a correria que estou tendo e só espero que ela cresça, porque ainda quero fazer disso tudo muito maior!!! Mas todas essas coisas só estão sendo possíveis graças a vocês que me acompanham e participam de cada fase que estou vivendo, então, sem querer ser muito clichê, muito obrigada ❤

Blogs Indicados: Pedaços da minha vida  Nono Planeta  Letícia Porto  Jaqueline Borges  Por que não?  Clicks Online

Beeeijos e até amanhã! 

Sigam-me os bons: Snapchat: nayrosolen ↠ Fanpage ↠ Instagram ↠ Twitter 

Country para todos.

Queria mostrar um pouco do meu mundo para vocês. Sou apaixonada pelo mundo country, vida no campo, animais, rodeio, provas e etc. E queria mostrar para vocês o estilo de roupa que usamos e retirar aquela imagem que passamos que só usamos camisa xadrez (na verdade usamos também kkk).

Separei algumas peças que estão fazendo muito sucesso e que prometem agradar todos os estilos.

  • Queridíssimas t’shirt.

Fazem parte do look de todas nós, não é mesmo? Independente do seu estilo elas estão presentes.

Dêem uma olhada nessas, além de serem lindas são super estilosas.

  • Franjas.

Particularmente eu amo franja, elas vem fazendo o maior sucesso, aparecem em diversos tipos de look e de diversos estilos que vão do country ao rock, tenho visto bastante a presença delas em novelas.

Uma dica é essa saia que está um arraso.

img_4559
Fonte-Instagram: @uselandust

 

  • T’shirt manga longa.

Bom elas além de serem lindas, ainda casam bem com qualquer peça, calça, saia, shorts…

  • Dica do Dia.

Sabemos que os acessórios fazem toda a diferença, eles tem o podem de transformar um look básico em algo mais sofisticado.

Os maxi colar e bandanas são a dica de hoje.

Espero que tenham gostado.

Até semana que vem meninas(os).

Beijos 😙😙