Reallity culinário: Hell’s Kitchen

Mais uma sexta-feira chegou, e hoje uma dica incrível de programa para assistir e se deliciar ao mesmo tempo. Estou falando de Hell’s Kitchen

hells-kitchen-br-cozinha-sob-pressao

O programa teve origem no Reino Unido, e seu nome assusta muita gente (na tradução literal o nome vira Cozinha Infernal). Ao contrário da maioria dos realities de gastronomia, que tem como participantes os amadores, o Hell’s Kitchen é feito por profissionais da área.

No Brasil, o programa foi comprado pelo SBT e é transmitido aos sábados às 21h30. Em sua primeira temporada, os produtores decidiram não utilizar o nome verdadeiro para não assustar seus telespectadores, e traduziram como Cozinha Sob Pressão, que foi comandado pelo chef Carlos Bertloazzi durante três temporadas.

A dinâmica do Hell’s Kitchen é bem interessante, pois 16 cozinheiros profissionais são pressionados constantemente. Eles são divididos em dois grupos, sendo um feminino e um masculino – apesar de que o número de participantes mudou nessa última edição.

Sempre são feitas duas provas: na primeira cada chef faz seus pratos e eles são avaliados em duelos, onde o time vencedor ganha uma recompensa e o perdedor leva um castigo; a segunda prova é a de serviço, onde é aberto o restaurante do programa e os cozinheiros servem convidados, porém sempre sendo pressionados.

cozinha-sob-pressao-carlos-bertolazzi

O foco do programa é realmente colocar pressão sobre os cozinheiros. O chef grita, xinga, e por muitas vezes até humilha os participantes (eu não acho que seja tão forte assim, mas é o que dizem muitas pessoas).

Clicando aqui você consegue ver um vídeo onde o Bertolazzi critica um participante por cometer muitos erros em sequência.

Na quarta temporada do programa Bertolazzi foi substituído pela chefe Danielle Dahoui

danielle-dahoui.jpg

A mudança foi ordem do SBT, considerando que programas apresentados por mulheres tem dado mais audiência. Bertolazzi continua na emissora, no entanto, mas faz parte do júri de outros programas, como o BBQ Brasil – Churrasco na Brasa, que teve grande sucesso em sua primeira temporada.

A troca de apresentadores tem dividido muito o público: alguns apoiaram e acharam que a chef Dahoui, trouxe um ar de sofisticação, outros já dizem que ela é muito delicada e que não deixa o programa com aquele clima de Hell’s Kitchen que todos esperam.

Uma ótima forma de saber se você gosta ou não dessa mudança é assistindo. Eu particularmente amo o programa e adoro os pratos deliciosos que eles fazem. Essa é nossa dica de hoje, um programinha pra assistir e colocá-lo na sua grade atrações para o fim de semana.

 

Anúncios

4 comentários em “Reallity culinário: Hell’s Kitchen

  1. Eu adorooo Hells Kitchen!!! Mas acho que a troca de apresentadores tirou a essência “agressiva” e tensa do programa. Acredito que ela é uma grande profissional, mas não faz o perfil Hells Kitchen. Mas o programa é ótimo! 😀

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s