Filme “GORDA”: Autoaceitação + Empoderamento

Recentemente eu conheci alguns canais no YouTube que visam o amor próprio e a autoaceitação. Quem acompanha o blog deve saber que eu sempre tive muita dificuldade em me aceitar. Não que eu tenha uma história super incrível de superação por ter sofrido bullying no colégio ou qualquer coisa no tipo. Eu na verdade tive que lutar contra meus monstros internos, críticas que vinham de dentro de mim mesma.

Depois que passei a acompanhar o “Alexandrismos” eu entendi que essa autocrítica se dava por preconceitos que eu mesma sempre tive por pessoas como eu, porque me ensinaram que ser assim não era legal, que era feio, e ninguém nunca gostaria de alguém dessa forma. Resumindo: autoaceitação nada mais é do que a desconstrução de pensamentos preconceituosos enraizados na nossa mente. A partir daí era como se a cada dia um paninho fosse passado nos meus olhos, limpando essa sujeira que eu enxergava. Não só sobre estética, mas várias outras coisas, como o empoderamento e etc. comecei a analisar cada parte de mim, a me conhecer, a limpar tudo de mal que havia dentro de mim.

No mesmo canal da Alexandra eu vi um vídeo dela com a Luíza Junqueira, do canal “Tá, Querida!” que fala sobre os mesmos assuntos. No canal dela eu descobri que ela iria lançar um filme chamado “GORDA”. Já tinha visto alguma coisa, mas não havia parado para saber do que se tratava. Quando ela lançou o curta no canal, eu fui assistir. Confesso que em alguns momentos me senti desconfortável. Não pelas mulheres que estavam se expondo, o motivo de desconforto não eram elas, mas sim a minha dificuldade em ver beleza naquilo que tinha muito de mim e que eu nunca fui incentivada a ver beleza. Foi aí que eu parei e deu um estalo na mente. “Se fossem mulheres dentro dos padrões você acharia normal expor o corpo e ainda acharia bonito, por que com elas é diferente, parece ser ofensivo?”. Por vários dias pensei se faria esse post ou não com o vídeo em si, por ficar cogitando o que as pessoas pensariam. Tive que fazer mais uma sessão de terapia comigo mesma e limpar mais uma parte dos meus olhos sujos. E consegui.

Não sei mais o que eu posso dizer além de compartilhar com vocês. E se decidirem assistir, já adianto: Vão de mente aberta e prestem bastante atenção aos depoimentos dados. São situações reais contadas por elas, mas vivida por milhares de pessoas.

Beeeijos,

Sigam-me os bons: Snapchat: nayrosolen ↠ Fanpage ↠ Instagram

Anúncios

6 comentários em “Filme “GORDA”: Autoaceitação + Empoderamento

  1. Que depoimento maravilhoso (o seu), musa!
    Acho que isso tem sido uma luta árdua de todas nós, minas que não se aceitam/aceitavam de alguma forma, mas que hoje conseguem FALAR e mostrar que beleza vai muito além daquilo que se vê.
    ♥♥♥ muito amor nesse post (e em você)!

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s