Receita: Salada Tropical

Depois de umas longas e ótimas férias, muita comidas gostosas, muitas festas (e uns quilos a mais, óbvio kkkk), estamos de volta e com a corda toda hehe’’.

E hoje depois de tanta comida gordurosa, que tal uma coisa mais light? Algo sem carne, mas com muita proteína, muito saudável e, claro, delicioso, porque sabor não pode faltar em comida alguma. Aproveitando essa onda de começo de ano, onde as maiores promessas são perder aqueles quilinhos, lhes apresento: SALADA TROPICAL

salada-tropical61

INGREDIENTES:

  • Alface crespa
  • Alface americana
  • Repolho manteiga
  • Repolho roxo
  • Rúcula
  • Tomate cereja
  • Manga
  • Abacaxi
  • Limão
  • Sal
  • Azeite

 

MODO DE PREPARO:

Lave bem as folhas e escorra o máximo que puder da água, corte os repolhos da forma que achar melhor e os tomate cerejas apenas no meio. Corte a manga e o abacaxi em cubinhos. Misture tudo e tempere com sal, limão e azeite a gosto.

 

DICAS:

– você pode incluir ovos de codorna cozidos no meio. Fica bem gosto e é uma proteína a mais.

– eu gosto de saladas apenas com sal, limão e azeite, mas nada impede de você colocar seus molhos e temperos favoritos.

– não coloquei as quantidades pois vocês podem escolher o que colar mais ou menos.

– as frutas em saladas dão um toque agridoce, se você não gosta é só retirar da receita.

– use sempre coisas frescas e de preferência sem agrotóxicos.

 

Espero que tenham gostado dessa onda mais light, esse ano vamos arrasar ainda mais nos post e nas delicias, espero que gostem. Beijocas e até semana que vem

Anúncios

Receita de Natal: Peru

E chegou nossa última sexta de receitas para sua ceia de natal, claro que não poderá faltar ele, o majestoso, o delicioso, o maravilhoso…. PERU

BUTTERBALL TURKEY

Então vamos logo a receita dessa delicia

INGREDIENTES:

  • 1 PERU
  • 2 CEBOLAS
  • 5 DENTES DE ALHO
  • 1 GARRAFA DE VINHO BRANCO SECO
  • 2 LIMÕES
  • 500G DE MANTEIGA
  • 3 COLHERES DE MOSTARDA
  • ALECRIN
  • SAL

 

MODO DE PREPARO:

Prepare uma marinada com o vinho, as cebolas cortadas grosseiramente, o alho, o suco dos 2 limões, o alecrim e sal a gosto. Coloque o peru nessa marinada e deixe de um dia para o outro, se não tiver tempo, cerca de 3 horas são o suficiente. Faça uma mistura da manteiga com a mostarda, quando retirar o peru da marinada, o besunte com essa mistura, não precisa ter dó não, capricha na manteiga por fora e nas cavidades do peru. É essa manteiga que não deixará que seu peru resseque enquanto assa.

Coloque o peru em uma assadeira com uma boa quantia da marinada, se quiser pode fazer uma cama de cebolas embaixo dele. Cubra o peru com papel alumínio e asse por 3 horas regando sempre o peru a cada 20 minutos com o conteúdo da forma. No começo é bom que o forno esteja a 180, 200 graus. Nos últimos 40 minutos, retire o papel alumínio e aumente um pouco o forno para dourar. Em bom apetite.

Espero que vocês tenham gostado nessas nossas semanas indicando as receitas para vocês, mas eu gostaria de lembrar que independente do que vamos comer, se vamos ter ceia ou não, se vamos ter um peru ou um frango, o importante mesmo do natal é celebrar.

Celebrar a vida de Jesus que renasce em nossos corações, celebrar nossas famílias unidas, celebrar os amigos que cultivamos durante o ano, celebrar mais um ano de vida e todas as nossas conquistas. Enquanto no dia 24, se forem fazer uma ceia, ou no almoço de domingo dia 25, pare um instante, reúna seus entes queridos e façam uma oração, agradeçam a Deus por estarem ali, juntos, unidos em mais um ano. Afinal esse é o verdadeiro sentido do natal.

E que vocês tenham um ótimo natal, que Jesus abençoe a vida de vocês e ótimas festas 😀

 

Receitas natalinas: Arroz Natalino e Macarrão com Queijo

E dando continuidade a nossa deliciosa ceia de natal, hoje vamos às guarnições:

  • Arroz Natalino
  • Macarrão com Queijo

Semana passada falamos de uma sobremesa, a rabanada, e acabei esquecendo de colocar outras 2 receitas que já foram postadas aqui no blog e que também são excelentes sobremesas de natal, são elas, o pudim de leite condensado e o pavê de mousse de maracujá (até porque ceia de natal sem o tio chato perguntando ‘’é pavê ou pa comê?’’ não é ceia kkkk). Então vou disponibilizar para vocês o link dessas 2 delicias que ficaram ótimas na sua ceia.

Então vamos as nossas delicias de hoje, começando pelo Arroz Natalino. ALERTA DE PASSAS HEHE’

arroz-natalino

INGREDIENTES:

  • 4 xícaras de arroz
  • 300g de bacon
  • 1 lata de milho verde
  • 2 cenouras
  • Meia cebola
  • 1 pacote de uva passa
  • 1 pacote de ameixa seca
  • 3 dentes de alho
  • Azeite ou óleo
  • Sal a gosto
  • Água

MODO DE PREPARO:

Faça o arroz como de costume, refogando o alho e a cebola no óleo, como você sempre faz, reserve esse arroz. Em outra panela, frite o bacon em alto para que não solte muita gordura, quando estiver douradinho acrescente as cenouras raladas ou picadas bem pequena, coloque em seguida o milho, a ameixa seca e as uvas passas, apague o fogo e misture com o arroz já cozido. Se for preciso, acerte o sal.

 

DICAS:

  • não use bacon muito gorduroso. Ao contrário da nossa farofa, não queremos a gordura ele e sim a defumação.
  • pode-se utilizar o arroz de sua preferência, porem, o parboilizado e o agulhinha são os que ficam melhores.
  • prepare sempre o arroz com antecedência, porque se mistura-lo com o ‘’receito’’ então estiver muito quente, corre o risco de ficar papa.
  • se o arroz que você for utilizar for o parboilizado ou o agulhinha, use sempre o dobro de água na hora do cozimento.

 

E vamos a nossa segunda receita: MACARRÃO COM QUEIJO, o grande queridinho dos americanos que tem caído cada vez mais nas graças do brasileiro.

52050_original

INGREDIENTES:

  • 500g de macarrão parafuso
  • 2 litros de leite
  • 200g de mussarela
  • 200g de cheddar
  • Sal a gosto
  • Cheiro ver a gosto
  • Parmesão ralado

MODO DE PREPARO:

Ferva o leite e cozinhe o macarrão nesse leite fervendo. Quando estiver ‘’al dente’’, acrescente a mussarela e o cheddar, vá mexendo com delicadeza até que o queijo derreta e fique bem cremoso, acrescente o cheiro verde e acerte o sal. Finalize com parmesão ralado, se preferir pode leva-lo ao forno para gratinar o parmesão.

 

DICAS:

  • cuidado com o sal, os queijos já são bem salgados
  • use queijos de verdade e não em estilo requeijão.
  •  pode-se substituir o cheddar por outros queijos de sua preferência, como também pode ser feito apenas com a mussarela, é só dobrar a quantidade.
  • cuidado para o fundo da panela não queimar e acabar amargando sua receita, vá sempre mexendo e de preferência com o fogo médio.

 

Essas são nossas receitas de hoje, espero que tenham gostado e que façam essas delicias, se estiverem na dúvida de algo, teste a receita antes, é sempre bom, além de nos dar segurança não deixa que passemos carão na frente dos nossos convidados.

Receita: Rabanada

Mais uma sexta chegou e, como foi dito semana passada, hoje continuaremos a nossa ceia de natal.

Nossa delicia de hoje é uma sobremesa muito vista nos filmes americanos, mas que tem tomado o gosto do brasileiro, até porque é uma ótima forma de reaproveitar alimentos. Lhes apresento: Rabanada

rabanada

A receita feita com pães, leite e ovos foi criada para recuperar mulheres após o parto. Natural da península ibérica, o doce foi caindo no gosto do povo aos poucos, sendo que no começo do século XX se tornou um alimento comum nas tabernas de Madri, na Espanha.

INGREDIENTES:

  • 4 pães franceses
  • 3 ovos
  • 2 xícaras de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • Canela e açúcar a gosto
  • Óleo para fritar

MODO DE PREPARO:

Corte os pães em rodelas, faça uma mistura de leite com o leite condensado e outra mistura de ovos com a canela. Primeiro mergulhe as fatias de pão no leite e depois nos ovos, frite em óleo quente e por último passe no açúcar com canela.

DICAS:

  • A receita fica ainda melhor com pães velhos, mais durinhos, porém tem gente que gosta de usar pães frescos. Eu particularmente não recomendo porque acho que fica muito mole quando molhada no leite. Mas essas coisas vão sempre do seu gosto.
  • Pode servir mornas, ou pode levar a geladeira, dos 2 modos ficam excelentes.

Receitas para sua ceia de natal: Farofa

Aaaah dezembro, você chegou *———*

E com você veio toda a esperança de um ano novo melhor, um mundo com mais amor, o renascimento de Jesus e sim…. as festas lindas de fim de ano que reúnem toda a família! Já vejo os amigos secretos começando a serem sorteados, as famílias comprando passagens para irem à casa da vó e, claro, o cheirinho da comida da ceia ou do almoço de natal.

E é sobre esse assunto que vamos falar nas próximas semanas. Quer coisa melhor que reunir a família em volta da mesa e todos juntos saborear aquela refeição deliciosa, preparada por todos? Então a partir de hoje e até o dia 23 vamos dar excelentes receitas e dicas para fazer da sua ceia de natal (ou o almoço de natal) a melhor de todos os anos.

OBS: vai ter uva passa sim, muuuuita uva passa kkkkk.  Mas lembrem sempre: temos a opção de retirar. Também não sou muito fã delas, mas é natal e tem que ter uva passa.

E para abrir com chave de ouro, vamos a uma deliciosa FAROFA.

farofa

A origem da farofa é brasileira, ou melhor dizendo, quilombola, onde eles pegavam a farinha de mandioca e misturavam com um pouco de manteiga ou algo mais úmido para ficar mais fácil de ser engolida e digerida. Com o tempo passando, a farofa foi incrementada com outras coisas e assim caiu na boca do povo. Hoje é quase impossível irmos a um churrasco ou uma festa que não tenha a deliciosa farofa.

Um fato engraçado e que merece ser comentado, é que durante as olimpíadas desse ano, os ‘’gringos’’ que experimentavam a nossa farofa, se perguntavam qual o motivo dos brasileiros comerem areia. Sim, nossa deliciosa farofa foi confundida por eles com a areia da praia, rs.

INGREDIENTES:

  • 500g de bacon
  • 500g de calabresa
  • 3 cenouras medias
  • 1 cebola
  • 1 lata de milho
  • 2 pacotes de uva passa
  • 4 tomates médios
  • 1 limão
  • 1 quilo de farinha de mandioca
  • Sal e cheiro verde a gosto

 

MODO DE PREPARO:

Pique o bacon e a calabresa em cubos médios e frite bem, no fogo baixo que é para eles soltarem gordura. Acrescente a cebola picada, em seguidas coloque as cenouras raladas, o milho, as passas e por último o tomate. Acerte o sal e, se quiser e gostar, acrescente cheiro verde de sua preferência, acrescente o suco de um limão para dar um toque de acidez. Ainda no fogo baixo, vá colocando a farinha aos poucos e mexendo bem, para que misture tudo e o calor dê uma leve cozinhada na farinha. Desligue o fogo e sirva morna, ou como achar melhor.

DICAS:

  • Se seu bacon e calabresa estiverem muito ‘’magros’’ e não soltarem gordura, você vai precisar acrescentar um pouco de óleo, para que a farofa fique úmida e não ressecada.
  • Cuidado com o limão, coloque aos poucos e vá experimentando, queremos apenas um toque de acidez e não uma limonada.
  • O tomate solta muita água, é importante que ele vá por último e que não estejam muito maduros, se não nossa farofa vira um bloco de farinha molhado.
  • Essa farofa pode ser servida a parte ou dentro do peru ou da ave que forem utilizar, em forma de recheio, garanto que fica maravilhosa também.

Antes de encerrar, gostaria de lembrar que a algumas semanas eu compartilhei com vocês a receita de um salpicão, que também fica ótimo na sua ceia de natal, então se quiserem relembrar, o link está aqui em baixo.

Receita: Salpicão

Espero que tenham gostado e que anotem as receitas durante todas essas 4 semanas. No final delas, sua ceia estará completa e cheia de delícias para vocês saborearem, em uma das datas mais especiais do ano.

 

 

 

Receita: Pavê de mousse de maracujá

Hoje é dia de receita e com esse calor batendo na nossa porta, nada melhor que algoo refrescante como sobremesa para o fim de semana. A receita é PAVÊ DE MOUSSE DE MARACUJÁ!

44013_original

A origem do pavê é francesa e seu nome deriva de um palavra: ‘’pavage’’, que significa pavimento, ou seja, uma montagem de pedras e concreto que imitam as camadas da bolacha e o creme. Assim como a maioria das receitas clássicas, nós os brasileiros, colocamos nosso jeitinho e modificamos para ficar ainda melhor.

A receita de hoje é bem simples, barata, refrescante e bem fácil de fazer. Então vamos a ela:

INGREDIENTES:

  • 1 pacote de bolacha de leite
  • 1 leite condensado
  • 2 creme de leite
  • 1 suco sabor maracujá
  • 300g de chocolate meio amargo
  • 2 xícaras de leite

 

MODO DE PREPARO:

Bata o no liquidificador o leite condensado, o creme de leite e o suco até tudo ficar bem cremoso, depois leve à geladeira por 30 minutos. Derreta o chocolate em banho-maria ou no microondas e misture-o com o outro creme de leite, reserve.

Depois de ter gelado por 30 minutos o mousse, comece a montar. Mole as bolachas no leite, mas não deixe muito encharcadas, e coloque uma camada de bolacha e outra de mousse, sucessivamente. Faça as camadas até acabar os recheios e finalize com o chocolate.

Esfarele algumas bolachas para colocar por cima e leve à geladeira por, no mínimo, uma hora.

DICAS:

  • Pode-se usar um suco concentrado ao invés do tradicional em pó que vem no pacotinho. Nesse caso coloque a mesma medida da lata de leite condensado;
  • Pode-se trocar o chocolate meio amargo pelo de sua preferência, mas ficará um pouco mais doce se utilizar o ao leite, por exemplo;
  • Tente não bater o mousse por muito tempo, pois ele pode desandar e não endurecer;
  • Quanto mais gelado, melhor fica, então se decidir fazer a sobremesa um dia antes de consumir ela ficará perfeita!

 

Receita: Salpicão

E bora pra mais uma receita delicia pra comer no seu fim de semana ou até mesmo pra fazer parte da sua cheia de natal? Hoje nossa gostosura é salpicão

receita-salpicc3a3o-de-bacalhau

A palavra salpicão vem de um enchio português, muito usado em misturas de carne, preparos de linguiças de porco e pode até ser fumado. No Brasil, o salpicão é considerado uma mistura de legumes, frutas e carne branca, sendo peru ou frango. A receita tem muitas variedades de acordo com as localidades do Brasil, mas em todas há a mistura agridoce das carnes brancas e das frutas.

A receita que eu escolhi para vocês é a que eu mais faço em casa e a mais saborosa na minha opinião, então deixe o comentário se vocês gostaram e se quiserem também compartilhem suas receitas.

INGREDIENTES:

  • 500g de peito de frango
  • 1 lata de milho verde
  • 2 cenouras
  • 1 cebola
  • 2 maçãs
  • 1 pacote de uvas passas
  • 200g de azeitona
  • 500g de maionese
  • 500g de batata palha
  • Sal e orégano a gosto
  • Cheiro verde a gosto

MODO DE PREPARO:

Cozinhe o peito de frango com um pouco de sal e desfie. Em um refratário que possa ir à geladeira, misture o milho, as cenouras raladas, cebola ralada, ou picada, bem pequena, as maçãs cortadas em cubos pequenos, as azeitonas, picadas e sem o caroço, e as uvas passas. Junte o frango desfiado e vá colocando aos poucos a maionese. Acerte o sal de acordo com seu gosto. Se preferir coloque orégano e cheiro verde. Leve à geladeira até que fique bem frio em, na hora de servir, salpique batata palha por cima.

DICAS:

  • se você tem costume de usar caldo de frango ou temperos para carnes (aquele do amor :D). Pode colocar junto com o frango durante o cozimento, mas, nesse caso, não coloque o sal;
  • espere o frango esfriar um pouco antes de misturar as outras coisas, pois, não queremos que elas cozinhem com o calor do frango;
  • para desfiar o frango mais facilmente, cozinhe ele cerca de 30 minutos, retire a água da panela de pressão, tampe novamente e mexa bem a panela. Isso faz com que o frango desfie sem que a gente precise ficar sofrendo;
  • a quantidade de maionese pode ser muito, então vá colocando aos poucos e, quando estiver do seu gosto, pare;
  • quanto mais geladinho, mais gostoso fica, então se quiser fazer de um dia para o outro fica perfeito;

Bom apetite, espero que tenham gostado e que façam em casa. Eu recomendo, é uma receita fácil, rápida e deliciosa.

 

 

Reallity culinário: Hell’s Kitchen

Mais uma sexta-feira chegou, e hoje uma dica incrível de programa para assistir e se deliciar ao mesmo tempo. Estou falando de Hell’s Kitchen

hells-kitchen-br-cozinha-sob-pressao

O programa teve origem no Reino Unido, e seu nome assusta muita gente (na tradução literal o nome vira Cozinha Infernal). Ao contrário da maioria dos realities de gastronomia, que tem como participantes os amadores, o Hell’s Kitchen é feito por profissionais da área.

No Brasil, o programa foi comprado pelo SBT e é transmitido aos sábados às 21h30. Em sua primeira temporada, os produtores decidiram não utilizar o nome verdadeiro para não assustar seus telespectadores, e traduziram como Cozinha Sob Pressão, que foi comandado pelo chef Carlos Bertloazzi durante três temporadas.

A dinâmica do Hell’s Kitchen é bem interessante, pois 16 cozinheiros profissionais são pressionados constantemente. Eles são divididos em dois grupos, sendo um feminino e um masculino – apesar de que o número de participantes mudou nessa última edição.

Sempre são feitas duas provas: na primeira cada chef faz seus pratos e eles são avaliados em duelos, onde o time vencedor ganha uma recompensa e o perdedor leva um castigo; a segunda prova é a de serviço, onde é aberto o restaurante do programa e os cozinheiros servem convidados, porém sempre sendo pressionados.

cozinha-sob-pressao-carlos-bertolazzi

O foco do programa é realmente colocar pressão sobre os cozinheiros. O chef grita, xinga, e por muitas vezes até humilha os participantes (eu não acho que seja tão forte assim, mas é o que dizem muitas pessoas).

Clicando aqui você consegue ver um vídeo onde o Bertolazzi critica um participante por cometer muitos erros em sequência.

Na quarta temporada do programa Bertolazzi foi substituído pela chefe Danielle Dahoui

danielle-dahoui.jpg

A mudança foi ordem do SBT, considerando que programas apresentados por mulheres tem dado mais audiência. Bertolazzi continua na emissora, no entanto, mas faz parte do júri de outros programas, como o BBQ Brasil – Churrasco na Brasa, que teve grande sucesso em sua primeira temporada.

A troca de apresentadores tem dividido muito o público: alguns apoiaram e acharam que a chef Dahoui, trouxe um ar de sofisticação, outros já dizem que ela é muito delicada e que não deixa o programa com aquele clima de Hell’s Kitchen que todos esperam.

Uma ótima forma de saber se você gosta ou não dessa mudança é assistindo. Eu particularmente amo o programa e adoro os pratos deliciosos que eles fazem. Essa é nossa dica de hoje, um programinha pra assistir e colocá-lo na sua grade atrações para o fim de semana.

 

Top 3: Comidinhas fáceis e rápidas

Sabe aquela vontade de comer algo diferente? E ao mesmo tempo aquela falta de dinheiro no bolso, ou a falta de vontade de sair de casa, ao até mesmo aquela preguicinha básica de cozinhar algo muito complicado?

Hoje nosso post é sobre isso:  Top 3 – Comidinhas fáceis e rápidas

1 – Macarrão de panela de pressão

1182-467x300

INGREDIENTES:

  • 1 pacote de macarrão tipo parafuso
  • Meio quilo de carne moída
  • 1 lata de milho verde
  • Meia cebola
  • 200g de presunto
  • 200g de mussarela
  • 1 creme de leite
  • 1 molho de tomate
  • Sal a gosto
  • Orégano a gosto
  • Água

 

MODO DE PREPARO:

Doure a cebola, acrescente a carne moída e refogue. Coloque o molho de tomate, o milho e por último o macarrão. Cubra com água em temperatura ambiente e acerte o sal. Deixe cozinhar por 3 minutos (comece a contar depois que pegar pressão). Com o fogo desligado, acrescente o creme de leite e mexa. Coloque em uma forma de vidro (ou outra de sua preferência) e cubra com o presunto e a mussarela, salpique o orégano por cima e se quiser leve ao forno para dourar.

DICAS:

– Nunca deixe mais que 3 minutos, o macarrão cozinha demais e vira uma papa;

– Se gostar e quiser pode colocar pimenta do reino e cheiro verde;

– Pode também fazer camadas, como em uma lasanha, nesse caso a quantidade de presunto e mussarela dobram;

– Dá para trocar a carne moída por frango desfiado (mas já tem que estar cozido);

– Nunca coloque o creme de leite para cozinhar junto, ele talha e dá uma impressão horrível na comida.

2- Arroz de preguiçoso

receita-arroz-de-forno-cremoso

INGREDIENTES:

  • 3 xicaras de arroz agulhinha
  • 200g de bacon
  • 200g de calabresa
  • 1 lata de milho
  • 200g de azeitonas picadas
  • Meia cebola
  • Sal a gosto
  • Cheiro verde a gosto
  • Água

 

MODO DE PREPARO:

Frite o bacon e a calabresa, acrescente a cebola, o arroz, o milho e as azeitonas. Acerte o sal de acordo com seu gosto. Coloque 6 xicaras de água em temperatura ambiente. Quando estiver quase seco, acrescente o cheiro verde.

DICAS:

– Você pode fazer na panela de pressão, só mude a quantidade de agua, que nesse caso seria até cobrir;

– Pode colocar pimenta e colorau, se você gostar.

 

3-Pudim de leite condensado

pudim-de-leite-condensado

INGREDIENTES:

  • 3 ovos
  • 1 lata de leite condensado
  • Leite
  • 1 xicara de açúcar
  • Água

MODO DE PREPARO:

Coloque o açúcar para queimar no fogo (já na forma de pudim) e vá pingando água aos poucos, até formar um caramelo e depois reserve. No liquidificador, bata todos os ingredientes.  Use a lata de leite condensado para medir a quantidade de leite, que é a mesma. Despeje essa mistura na forma e cozinhe em banho-maria por cerca de 40 minutos, espere esfriar um pouco e desenforme.

DICAS:

– Não bata por muito tempo, apenas uma mexida rápida, para incorporar todos os ingredientes;

– asse sempre na boca do fogão e não no forno;

– se não tiver uma pudinzeira, coloque em banho-maria com outra panela de agua fervente em baixo e cubra com papel alumínio;

– sempre ferva a agua antes de colocá-lo em banho-maria;

-faça sempre o caramelo primeiro, para que quando coloque a mistura do liquidificar na forma, eles não se misturem e fique um pudim de caramelo.

Receita: Tiramisu

Hoje é dia de receita, e para os apaixonados por doce e por café, essa vai para vocês. Nossa delicia de hoje é uma sobremesa tipicamente italiana, mas que agrada a todos aqui no Brasil, como no resto do mundo. Só podíamos estar falando dele: TIRAMISU

tiramisu-flambee1

Há várias histórias de como surgiu essa maravilhosa sobremesa. A mais contada é que surgiu no século XX, após a Segunda Guerra, no restaurante ‘’Da Alfredo’’, em Treviso, Vêneto, como uma forma de levantar os homens após as noitadas, já que ela é a base de café forte sem açúcar. Seu nome, tiramisu, vem de’’ che ti tira su’’, que quer dizer ‘’que te faz  levantar’’.

Existem outras várias hipóteses de como e onde ela foi inventada, mas a única certeza é que essa sobremesa é uma verdadeira delicia e é a favorita de várias pessoas importantes, como o ex Papa Bento XVI. No Brasil, sua chegada veio junto com os italianos, que sempre gostaram de uma mesa farta e cheia de pessoas queridas.

RECEITA:

  • 6 claras em neve
  • 6 gemas peneiradas
  • 1/2 lata de lite condensado
  • 500 g de queijo tipo mascarpone (pode ser trocado por philadelphia cream cheese ou outro queijo cremoso exceto ricota)
  • 1 pacote de biscoito tipo champagne (sem açúcar em cima)
  • 1 xícara de café bem forte (sem açúcar)
  • 1 dose pequena de licor (chocolate, café, amêndoa, ou conhaque)
  • Chocolate em pó para polvillhar por cima

 

MODO DE PREPARO:

Em uma vasilha grande misture gentilmente o queijo e o leite condensado, acrescente as gemas peneiradas até formar um creme meio amarelado claro;

Em seguida acrescente as claras, mas não misture muito;

O segredo da receita é a paciência, misture bem suave;

Reserve este creme;

Em outra vasilha ponha o café e o licor de sua preferência e molhe o biscoito bem rapidamente no café;

Obs.: O biscoito não pode estar muito molhado

Disponha em um refratário retangular;

1 camada de biscoito, 1 camada de creme, a última camada tem que ser de creme, por último polvilhe o chocolate em pó por cima;

Leve à geladeira coberta com plástico filme, por mais ou menos 6 horas;

bedo11