O fim da dúvida: Voltei para a faculdade! + Projeto

Depois de tantos “Você desistiu da faculdade?” “Mas e agora, não vai fazer mais nada?” “Olha, eu acho que você fez errado” “Tá estudando para o ENEM, Nayara? Não tô vendo você pegar nos livros…” “Desistiu? Ihhh…”

Pra quem não sabe eu fiz um vídeo para o canal lá do 7S falando sobre como foi essa fase de ver que o que eu comecei a cursar não era o que eu queria e como foi a desistência, contar para os pais, ficar ouvindo tantas pessoas que nem te conhecem palpitarem, enfim…

Mas para quem achou que eu tinha me perdido na vida e nunca mais iria voltar à fazer um curso (porque é isso que as pessoas pensam, que você vai virar um vagabundo e depender dos pais para o resto da vida)…. TCHARAM! EU VOLTEI PARA A FACULDADE!

e986e6db4ff0f31216f4e143d838dd07.gif

Esse um ano e meio realmente não foi fácil e ter que ficar ouvindo gente de todo lado falando o que você deve fazer ou não, também não ajuda muito. Quando eu desisti de Gastronomia, estava realmente perdida e sem rumo, mas nada que uma bela terapia não fizesse o trem entrar nos trilhos novamente. Depois de passar mil possibilidades pela cabeça, chorar muito, ficar meses e meses na dúvida, acabei escolhendo por um caminho que eu já me imaginava antes mesmo de terminar o Ensino Médio e que o blog só me fez firmar ainda mais… Jornalismo!

É claro que mesmo depois de estar tudo encaminhado, as pessoas não cansam de querer confundir a nossa mente e todas as questões anteriores agora se resumem em uma: “Então você decidiu que é isso mesmo que você quer, tem certeza?” e todas as vezes eu respondo “Sim, é isso mesmo que eu quero…” e nunca solto o que vem a seguir na minha mente “… mas só vou ter certeza se eu tentar”. Porque é exatamente isso, nós nunca estamos certos de nada. A vida é tão longa pra gente ter certeza absoluta do que iremos fazer pelo resto dela todinho e tão curta para deixar de tentar fazer coisas que realmente gostamos.

Então, se eu tenho um conselho para dar para quem está passando por todo esse transtorno, é (não que alguém tenha pedido, mas vou dar do mesmo jeito): Tente! Se arrisque! E nunca, em momento algum, deixe que tirem isso de você! Espero que vocês sejam felizes nas escolhas de vocês, mas se não forem, não tem problema! Tudo é experiência e aprendizado, nada é perdido e temos aí uma vida inteirinha pela frente. 😉

Ahhhh, e eu tenho mais uma novidade!!! A partir de amanhã, eu e a Naty, do blog Japaneza, começaremos um projeto: uma série de posts que irão até o dia 22/08 para comemorar o aniversário do meu blog e do dela que rolam durante essa semana de blogagem dupla! Não deixem de acompanhar, porque vai estar muuuito legal, estamos preparando tudo com muito carinho ❤

d6eb01c05b3c0e048ac2ba0c36fbde1b.jpg

E é isso, galeraaa, só queria compartilhar todas essas coisas legais que têm acontecido! Se vocês tiverem algum conselho ou quiserem compartilhar com a gente algo parecido, deixa aí nos comentários, vou amar conversar sobre com vocês!

Imagem destacada: WeHeartIt

Beeeijos e tenham uma ótima semana ❤ 

Vocês podem me seguir nas redes sociais:

Snapchat: nayrosolen ↠ Fanpage ↠ Instagram ↠ Twitter  

5 Melhores conselhos que eu já recebi na vida!

Eu sempre fui do tipo que sentava e escutava as amigas, era meio que a conselheira do grupo. Sou muito observadora, muito mais do observar do que o do falar, por isso talvez eu enxergasse as coisas com mais clareza e tentava, do meu jeito meio sem jeito, falar o que pensava. E mal elas sabiam que ali, enquanto eu tentava aconselhar, estava também aconselhando a mim, mesmo que eu não fizesse parte do que estava acontecendo no meio. Gosto de ver a situação de vários ângulos e tento aprender com cada situação, sempre fui assim, sempre faço comparações no dia a dia e tenho os tão falados “insights” (aprendi isso na terapia, achei chique ;)). Por ser tão eu comigo mesma, também sempre tive dificuldade em chegar e pedir ajuda, dificuldade em falar o que está se passando, o que estou sentindo (olha onde a escrita surgiu aí). Mas mesmo sem ir atrás de um help, se a gente quiser, aprendemos o tempo todo. E tem algumas frases que marcam e fazem com que a gente reflita. Hoje vou compartilhar algumas delas com vocês, pra gente começar a semana leve e sem pesos desnecessários!

1- “Não se dê desculpas!”

fbdc74430e14b240b2267a901fa4fb2a.gif

Sabe quando a gente diz que quer muito algo mais fica cheio dos “mas”? “Ai, mas agora eu não posso por causa disso” “Ai, mas fulano…” “Ai, mas e se…”. Então, não tem essa! Vou repetir pausadamente: Não. Tem. Essa. Entendeu ou eu preciso soletrar? N-ã-o T-e-m E-s-s-a. Poderia desenhar também, mas primeiro que esse dom me falta e segundo que se alguém precisa desenhar na sua cara que pra ter o que você quer, você precisa ir em busca e não ficar dando desculpa, então você precisa repensar se quer realmente isso ou só usa para ficar reclamando sobre sua insatisfação. Sou um exemplo de pessoa? Não. Mas eu tento, pelo menos.

2- “Não tenha vergonha de voltar atrás!”

tumblr_nmus4rA7Bb1si9g37o1_500

Essa frase me falaram quando eu estava mudando da casa dos meus pais pela primeira vez e ela ficou martelando na minha cabeça cada segundo dos dias em que eu estava tomando a decisão de largar uma faculdade que já não me satisfazia mais e me dava pânico só de pensar que eu tinha que ir pra aula. Eu estava totalmente infeliz. Não só pelo curso, mas por ter que deixar para trás tudo o que para mim foi um sonho um dia. Infelizmente a vida é assim. Às vezes a gente quer e idealiza tanto algo, que aquilo não é capaz de suprir nossas expectativas quando acontece de verdade. Cabe a nós entender que desistir não é fracassar, muito pelo contrário, significa que você tentou e a gente nunca vai saber se não tentar. Começar do zero pode ser um pouco desesperador e parecer um caminho perdido, mas é uma folha em branco pronta para ser escrita de novo, do jeito que você quiser.

3- “Não fique se explicando o tempo todo!”

Isso foi até mesmo um tema que chegou à terapia, porque eu tentava me explicar por tudo o tempo todo e não entendia que muita coisa não tem que ser explicada, por mais que as pessoas busquem um porquê. Às vezes um “Não” é um simples “Não” e ele se torna tão difícil de se dizer por querermos dar explicações desnecessárias. Enquanto eu planejava esse post, depois de já ter colocado essa questão em pauta, eu vi um vídeo da Jout Jout que traduz exatamente tudo o que gostaria de dizer:

4- “Ninguém é tão ocupado assim, é tudo uma questão de prioridade!”

large (1).gif
“Lá vem com a mesma desculpinha de sempre”

Sabe aquela pessoa que te deixa dias no Whatsapp sem resposta, que some do nada, que vive dando desculpa por não te procurar ou por recusar saídas e quando volta é sempre com um “Muita correria”. Tudo bem, às vezes nós estamos ocupados mesmo, a vida cobra muito, há fases mais puxadas. Mas se isso é frequente, entenda: há outras coisas mais interessantes que estão tomando o tempo dela, ou simplesmente não tem nada e ela não está afim de conversar ou o que seja. O resumo desse tópico nos leva diretamente a próxima e última questão:

5- “Quem quer, faz!”

5d5aefb105a6ea996c263a600284cd93.gif

Vocês também podem me seguir nas redes sociais:

Snapchat: nayrosolen ↠ Facebook ↠ Instagram ↠ Twitter  

Beeeijos ❤